Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Batom Agridoce

Batom Agridoce

#menufixo { width: 100%; color: #ffffff; padding-left: 30px; font-weight: none; margin: 0; height: 40px; position: fixed; top: 0; left: 0; z-index: 9999; background: #000000; font-family: 'comic sans ms', corsiva; font-size: 17px; text-transform: none; } #menufixo li { list-style-type: none; display: inline; float: left; padding: 0px; } #menufixo li a { color: #fff; text-decoration: none; padding-right: 24px; line-height: 42px; } #menufixo a:hover { color: #000; } #menufixo ul { list-style: none; margin: 0; padding: 0; background: #fff; margin-left: 40px; } #mymenu li ul { z-index: 9999; position: absolute; left: -999em; height: auto; width: 120px; padding-left: -40px; } #mymenu li ul a { font-size: 12px; line-height: 24px; } #mymenu li:hover ul ul, #mymenu li:hover ul ul ul, #mymenu li.sfhover ul ul, #mymenu li.sfhover ul ul ul { left: -999em; } #mymenu li:hover ul, #mymenu li li:hover ul, #mymenu li li li:hover ul, #mymenu li.sfhover ul, #mymenu li li.sfhover ul, #mymenu li li li.sfhover ul { left: auto; } #menufixoleft { width: 100%; float: left; margin: 0px; padding: 0px; } #menufixo { margin: 0; padding: 0; } #menufixo ul { float: left; list-style: none; margin: 0; padding: 0; } #menufixo li { list-style: none; margin: 0; padding: 0; } #menufixo li { float: left; padding: 0; } #menufixo li ul a { width: 140px; } #nav li:hover ul ul, #nav li:hover ul ul ul, #nav li.sfhover ul ul, #nav li.sfhover ul ul ul { left: -999em; } #menufixo li:hover ul, #nav li li:hover ul, #nav li li li:hover ul, #nav li.sfhover ul, #menufixo li li.sfhover ul, #nav li li li.sfhover ul { left: auto; } #menufixo li:hover, #nav li.sfhover { position: static; } #menufixoright { width: 200px; font-size: 11px; float: right; margin-top: -35px; text-align: right; padding-top: 6px; padding-right: 0; padding-bottom: 0; padding-left: 0; }
12
Nov15

7 mitos sobre nutrição

JP

Tenho andado em sucessivas pesquisas sobre alimentação saudável e deparei-me com alguns pontos em comum, entre as mais variadas dietas.

Curiosamente, também me dei conta de 3 mitos acerca da nutrição que as pessoas tomam como certos, quando em termos cientificos se verifica o contrário.

Vejamos:

Mito 1: "A gordura torna-nos mais gordos"

As gorduras Ómega 3 e Ómega 6 são essenciais na nossa dieta e são tremendamente importantes a reduzir a inflamação e a prevenir doenças como o cancro, Parkinson, Alzheimer e infertilidade. Com excepção dos glóbulos vermelhos e de algumas partes do nosso cérebro, o nosso corpo pode funcionar perfeitamente com gorduras armazenadas. Existem inclusivamente estudos que suportam que os nossos principais órgãos (coração, rins e intestinos) funcionam melhor com gordura.

E é isto que precisamos de entender: a gordura, ao contrário dos hidratos de carbono, não tem impacto nas enzimas e hormonas responsáveis pela acumulação de gordura no nosso corpo e fornece os ácidos gordos essenciais que não conseguimos obter das proteínas e dos hidratos de carbono. A gordura até pode ser a nossa melhor amiga.

A ingestão de gordura não afecta a insulina. A insulina é a principal hormona responsável pelo armazenamento de gordura no nosso corpo. Quando o nosso corpo produz demasiada insulina, em resposta à ingestão excessiva de hidratos de carbono, aumentamos drasticamente as hipóteses de acumular gordura e desencadear um conjunto de desequilíbrios e doenças, nada interessantes para viver com mais saúde.

 

Mito 2: "Temos de contar calorias para perder peso"

A Teoria do Equilíbrio de Energia diz-nos que se consumimos mais do que aquilo que queimamos, ganhamos peso e que se queimamos mais do que aquilo que consumimos, perdemos peso. Mas, será mesmo assim? Esta ideia não é completamente errada mas é certamente muito incompleta porque não considera as verdadeiras razões pelas quais engordamos.

Podemos até ingerior o mesmo número de calorias mas a forma como o nosso corpo responde àquilo que comemos, varia em função do tipo de macronutriente que comemos, sejam proteínas, hidratos de carbono ou gorduras.

Por esta razão, uma dieta com um maior número de calorias, rica em proteínas e gordura e baixa em hidratos de carbono permite obter melhores resultados.

 

Mito 3: "O exercício é a melhor forma de perder peso"

Não há dúvida que o exercício tem um papel importantissimo numa vida saudável, mas a perda de peso não acontece apenas por fazer exercício. Se assim fosse os ginásios estariam lotados.

A melhor maneira de perder peso é através de uma alimentação equilibrada. Nao há margem para dúvidas e é impossível superar uma má dieta para o que quer que seja.

O exercício pode potenciar a perda de peso de várias formas e isso vai depender do tipo de exercício que fazemos. Se estamos a falar do típico cardio de 30-45 minutos na passadeira ou na bicicleta é uma coisa, se estamos a falar de treino de força, treino de alta intensidade ou treino de resistência metabólico, isto é outro fenómeno completamente diferente.

Se fizermos o típico passeio a pé durante uma hora podemos gastar cerca de 300 calorias. Isto são muito poucas calorías, se pensarmos que uma simples sandes mista, que se come em 3 minutos, pode ter cerca de 350 calorias.

Por outo lado, no treino de força ou de alta intensidade, verificamos um aumento de produção das principais hormonas anabólicas, fundamentais na perda de massa gorda e aumento de massa muscular. Além disso, vai também reduzir o stress oxidativo, a inflamação e vai aumentar o consumo excessivo de oxigénio pós-exercicio, podendo acelerar o nosso metabolismo durante as 24 horas seguintes e asssim continuar a queima de gordura enquanto estamos a dormir ou a ver televisão. 

mitos-musculação.jpg

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D