Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Batom Agridoce

Batom Agridoce

#menufixo { width: 100%; color: #ffffff; padding-left: 30px; font-weight: none; margin: 0; height: 40px; position: fixed; top: 0; left: 0; z-index: 9999; background: #000000; font-family: 'comic sans ms', corsiva; font-size: 17px; text-transform: none; } #menufixo li { list-style-type: none; display: inline; float: left; padding: 0px; } #menufixo li a { color: #fff; text-decoration: none; padding-right: 24px; line-height: 42px; } #menufixo a:hover { color: #000; } #menufixo ul { list-style: none; margin: 0; padding: 0; background: #fff; margin-left: 40px; } #mymenu li ul { z-index: 9999; position: absolute; left: -999em; height: auto; width: 120px; padding-left: -40px; } #mymenu li ul a { font-size: 12px; line-height: 24px; } #mymenu li:hover ul ul, #mymenu li:hover ul ul ul, #mymenu li.sfhover ul ul, #mymenu li.sfhover ul ul ul { left: -999em; } #mymenu li:hover ul, #mymenu li li:hover ul, #mymenu li li li:hover ul, #mymenu li.sfhover ul, #mymenu li li.sfhover ul, #mymenu li li li.sfhover ul { left: auto; } #menufixoleft { width: 100%; float: left; margin: 0px; padding: 0px; } #menufixo { margin: 0; padding: 0; } #menufixo ul { float: left; list-style: none; margin: 0; padding: 0; } #menufixo li { list-style: none; margin: 0; padding: 0; } #menufixo li { float: left; padding: 0; } #menufixo li ul a { width: 140px; } #nav li:hover ul ul, #nav li:hover ul ul ul, #nav li.sfhover ul ul, #nav li.sfhover ul ul ul { left: -999em; } #menufixo li:hover ul, #nav li li:hover ul, #nav li li li:hover ul, #nav li.sfhover ul, #menufixo li li.sfhover ul, #nav li li li.sfhover ul { left: auto; } #menufixo li:hover, #nav li.sfhover { position: static; } #menufixoright { width: 200px; font-size: 11px; float: right; margin-top: -35px; text-align: right; padding-top: 6px; padding-right: 0; padding-bottom: 0; padding-left: 0; }
28
Nov15

Eu já assinei. E TU???

JP

"Aquele que não tem tempo para cuidar da saúde, terá de arranjar tempo para cuidar da doença!" - Lair Ribeiro

É com esta frase, que mais parece uma ameaça que começo este post, cujo conteúdo é muito sério!

Venho pedir-vos que subscrevam a Petição pela Equidade no Acesso ao Rastreio, Diagnóstico e Tratamento das mulheres com Cancro da Mama.

Basta seguirem este link https://peticao.ligacontracancro.pt/#subscricao e subscreverem! Não custa NADA, não demora NADA e pode fazer TODA a diferença!

 

O cancro é uma das doenças que mais tem dominado a sociedade, cresce a olhos vistos entre nós e desengane-se quem pensa que só acontece aos outros!

Infelizmente, nem todos temos acesso aos mesmos cuidados de saúde, e apesar de termos excelentes profissionais de saúde por todo o país, a forma como o nosso sistema de saúde nos protege é ainda muito precária em algumas zonas e alguns sectores.

 

O cancro da mama é o cancro com maior incidência em Portugal. Segundo os dados da Liga Portuguesa Contra o Cancro, anualmente surgem 4.500 novos casos, ou seja 11 novos casos por dia,  4 mortes diárias devido a esta maldita doença! 

 

Graças ao Programa de Rastreio de Cancro da Mama já foram executadas mais de 1.600.000 mamografias e detectados cerca de 2.200 cancros!!! Estão a ver a importância do rastreio?? Já pensaram na quantidade de pessoas que por várias razões não têm acesso a este rastreio, correndo o risco de detetar o cancro tardiamente!! E quantas de nós adiamos, deixamos para "amanhã"??

 

Esta semana a actriz Sofia Ribeiro tornou publico, que também ela está a lutar contra este maldito! Podia ter escondido por uns tempos, guardar para ela e para os dela. Mas preferiu expor a sua doença correndo o risco de ver a sua privacidade demolida por uma imprensa que nem sempre sabe respeitar o espaço e sofrimento de cada um.

 

A Sofia é só mais uma, mas tem a coragem de o dizer e com isso ajuda outras tantas "Sofias".

A mim ajudou-me! Já marquei os meus exames. Chega de deixar para amanhã, para a semana ou para o mês que vem.

Hoje também é dia, hoje é dia de assinar a petição.

1.jpg

 

26
Nov15

#1 B, A, BA da Maquilhagem - Maquilhar a pele

JP

A pedido de uma amiga decidi criar um post acerca de maquilhagem, mas como não sou uma expert e embora me desenrasque bem  (sou muito modesta, eu sei!) achei que seria melhor pedir ajuda a uma maquilhadora profissional.

Após muita conversa, percebi que criar um único post de "Como me maquilhar sem parecer uma àrvore de natal" seria impossivel!

Há um sem fim de coisas a saber e truques para aprender.

Por isso, esta conversa foi o mote para criar um tópico periódico acerca de maquilhagem aqui no blog.

Vamos por partes e hoje vamos aprender o passo mais importante da maquilhagem... maquilhar a pele!

Quantas vezes já nos cruzamos com mulheres todas "betumadas", como se a base fosse uma camada espessa de betume que esconde tudo e na realidade não esconde nada? E outras tantas cuja base estava toda mal espalhada, que mais valia não ter base... Já para não falar daquelas que devem ter tido um ataque daltónico quando escolheram o tom da base.

Nunca é demais lembrar que limpar, tonificar e hidratar são as palavras-chave para uma pele saudável. Imperfeições, borbulhas, manchas todas temos e podemos disfarçá-las... agora uma pele excessivamente olesa, ou a escamar de tão seca que está é falta de cuidado!

Por isso, de acordo com a pele de cada uma, aconselho que usem cremes especificos e que os usem diariamente (não basta comprá-los, porque na gaveta não fazem efeito). Há uma enorme variedade de cremes hidratantes, com anti-rugas, anti-manchas, proteção solar, enfim... adequem um creme ao vosso tipo de pele e às vossas necessidades diárias.

Lembrem-se de periodicamente fazerem uma esfoliação seguida de uma boa máscara hidratante.

E claro, se querem maquilhar-se, lembrem-se que é preciso desmaquilhar! Não durmam com restos de maquilhagem, deixem a pele limpa e fresca para o dia seguinte!

Agora passemos à maquilhagem... 3 produtos importantes: corrector, base e blush.

 

Corrector: Só é normalmente  usado quando é necessário corrigir imperfeições, como por exemplo manchas, borbulhas, pequenas cicatrizes e olheiras.Se for em stick, pode ser usado directamente no sítio a corrigir.Os corretores líquidos colocam-se na palma da mão e são aplicados com um cotonete ou com um pincel próprio. Há ainda quem prefira usar a ponta dos dedo1.jpgs, em pequenos toques, para aplicar e uniformizar o corretor. 

Segundo a teoria das cores, as cores complementares anulam-se e sendo assim, eliminamos uma imperfeição duma determinada cor aplicando um corrector de cor oposta.

Corrector verde – corrige vermelhidão natural da pele, acne e cicatrizes avermelhadas

Corrector laranja – corrige olheiras escuras e veias

Corrector amarelo – corrige olheiras e pisaduras

Corrector violeta – corrige zonas de pele amarelada

Corrector rosa – ilumina a pele com tons acinzentados

 

                                                                                                                                                                                                         Corretores L'oreal Paris Studio Secrets -12.99€

Base: Para o tom de pele ficar uniforme,com aspecto liso, saudável e bonito, quando escolhemos a base a comprar, temos que ter em mente o seguinte:
- A base tem de condizer com o vosso tom de pele, ou seja, a mais próxima do vosso tom de pele. Se estiverem indecisas entre dois tons, escolham a mais clara;1.jpg
- A base deve ser própria para cada  tipo de pele (seca, mista ou oleosa);

Bases líquidas -São indicadas para peles mistas e oleosas e devem ser colocadas com esponja ou pincel apropriado.

Bases cremosas - São excelentes para uma pele normal a seca e são aplicadas de modo semelhante às líquidas.

 

Depois de aplicada a base, verifiquem as zonas das sobrancelhas, nariz, linha da testa e pescoço, porque são zonas de acumulação de base. 

Para uniformizar melhor e ajudar a fixar a maquilhagem podem espalhar um pó translucido por todo o rosto.

Base Sensilis Velvet Skin 35.98€

Blush:A escolha da cor é influenciada pelo tom da nossa pele, quanto mais escura for, mais escura deve ser a cor do blush.
Se a pele  for clara, é melhor escolher tons suaves, como o pêssego.

O local onde se aplica o blush depende da forma do rosto (como podem ver na imagem) mas, regra geral, aplica-se com um pincel próprio, de baixo para cima, perto do osso por cima da bochecha, até perto da orelha.

 



Para finalizar uma nota muito importante na ordem de aplicação dos produtos: primeiro os cremosos e depois os produtos em pó.

Para a semana, qual o passo seguinte que querem que "fale"... Sombras, eyeliners, batons?

 

 

 

 

                                                                                                                                                 

21
Nov15

Os nossos pés no inverno/2015

JP

 

 

Hoje é dia de falar em tendências e desta vez a àrea abordada é o calçado.

A mistura de texturas é um dos pontos altos desta estação. O patchwork encontra-se em vários m18868506_Zjz9u.jpegodelos, misturando cores, padrões e texturas diferentes, conferindo assim um look unico e cheio de personalidade. A camurça, o verniz e os brilhos são outros pontos fortes em termos de materiais.

 

Quanto aos modelos que se usam, esta estação, para mim, é das mais variadas, pois encontro modelos para os mais variados gostos e idades.

 5.jpg

 

 

 

 

 

Se por um lado temos a continuação dos modelos estilo masculino, que já vêm da estação anterior, por outro lado podemos contar com a elegância intemporal dos stiletto que completam qualquer look.

Além disso, as galochas (de cano alto ou mais curtas) que já fizeram parte do inverno de 2014, continuam a ser uma tendência especialmente nos dias de chuva.

Podemos ainda contar com botas acima do joelho, franjas, tachas e atilhos.

Para as mais práticas, podem contar com ténis com vários padrões, ou botas rasas, com pequenos promenores de glamour.

 

Abaixo deixo-vos alguns exemplos do que falo, com as respetivas marcas e preços.

6.png

 Lemon Jelly 109.90€

2.jpg

 

Luis Onofre (preço sob consulta) 

3.jpg

Luis Onofre (preço sob consulta) 

11.jpg

 

Guess 315€ 

7.png

 

Replay 89€ 

8.jpg

 

Zara 49.95€ 

9.jpg

 

Zara 45.95€ 

11.jpg

 

Blanco 39.99€ 

12.jpg

 

Seaside 59.50€ 

11.jpg

 

Primark 28€ 

 

11.jpg

 

Primark desde 10€ 

 

 

18
Nov15

Batons 3 em 1. Sim ou não?

JP

Depois de ter visto alguns blogs com reviews dos novos batons da Labello, decidi ir ao supermercado comprá-los.

Apesar das três cores disponiveis, onde comprei só havia o RED e NUDE.

imagesMUQE73Z8.jpg

 

Não ponho em causa a qualidade do produto e a sua funcionalidade, mas a verdade é que as minhas expectativas de cada cor saíram todas ao contrário. Senão vejamos:

1) Ambos hidratam bastante, mas ao fim de 4 horas já perderam o efeito o que obriga a um retoque frequente (pelo menos nos meus lábios)

2) A cor RED, que era a que mais queria, de vermelho tem muito pouco. Óbvio, que não estava à espera que fosse como um batom de cor, mas esperava que o tonalizante se notasse mais. Na realidade, para mim que tenho lábios claros, com este batom ganho um brilho extra mas que pende mais para o rosa do que para o vermelho cereja. Não testei o rosa, mas pelo andar da carruagem não deve ser muito diferente.

3) A cor NUDE surpreendeu-me pela positiva! Na minha pele, batons rosa bébé ou nude não se destacam, pelo contrario desvanecem-se ficando eu com um ar de morta-viva. Este, curiosamente, não criou esse efeito. Talvez pelo brilho extra, dá uma tonalidade muito discreta mas bonita.

Claro que quem procura proteção, hidratação e uma ligeira tonalidade esta é uma boa opção, mas não podemos ir na conversa do 3 em 1 porque está longe de ser um batom que maquilhe e que mantenha a cor durante horas.

babylips.jpg

 

Por outro lado, para fazer o mesmo efeito e com maior variedade de tons podemos optar por um Baby Lips da Maybelline.

Ambos estão à venda em super e hipermercados por 2.99€.

 

12
Nov15

7 mitos sobre nutrição

JP

Tenho andado em sucessivas pesquisas sobre alimentação saudável e deparei-me com alguns pontos em comum, entre as mais variadas dietas.

Curiosamente, também me dei conta de 3 mitos acerca da nutrição que as pessoas tomam como certos, quando em termos cientificos se verifica o contrário.

Vejamos:

Mito 1: "A gordura torna-nos mais gordos"

As gorduras Ómega 3 e Ómega 6 são essenciais na nossa dieta e são tremendamente importantes a reduzir a inflamação e a prevenir doenças como o cancro, Parkinson, Alzheimer e infertilidade. Com excepção dos glóbulos vermelhos e de algumas partes do nosso cérebro, o nosso corpo pode funcionar perfeitamente com gorduras armazenadas. Existem inclusivamente estudos que suportam que os nossos principais órgãos (coração, rins e intestinos) funcionam melhor com gordura.

E é isto que precisamos de entender: a gordura, ao contrário dos hidratos de carbono, não tem impacto nas enzimas e hormonas responsáveis pela acumulação de gordura no nosso corpo e fornece os ácidos gordos essenciais que não conseguimos obter das proteínas e dos hidratos de carbono. A gordura até pode ser a nossa melhor amiga.

A ingestão de gordura não afecta a insulina. A insulina é a principal hormona responsável pelo armazenamento de gordura no nosso corpo. Quando o nosso corpo produz demasiada insulina, em resposta à ingestão excessiva de hidratos de carbono, aumentamos drasticamente as hipóteses de acumular gordura e desencadear um conjunto de desequilíbrios e doenças, nada interessantes para viver com mais saúde.

 

Mito 2: "Temos de contar calorias para perder peso"

A Teoria do Equilíbrio de Energia diz-nos que se consumimos mais do que aquilo que queimamos, ganhamos peso e que se queimamos mais do que aquilo que consumimos, perdemos peso. Mas, será mesmo assim? Esta ideia não é completamente errada mas é certamente muito incompleta porque não considera as verdadeiras razões pelas quais engordamos.

Podemos até ingerior o mesmo número de calorias mas a forma como o nosso corpo responde àquilo que comemos, varia em função do tipo de macronutriente que comemos, sejam proteínas, hidratos de carbono ou gorduras.

Por esta razão, uma dieta com um maior número de calorias, rica em proteínas e gordura e baixa em hidratos de carbono permite obter melhores resultados.

 

Mito 3: "O exercício é a melhor forma de perder peso"

Não há dúvida que o exercício tem um papel importantissimo numa vida saudável, mas a perda de peso não acontece apenas por fazer exercício. Se assim fosse os ginásios estariam lotados.

A melhor maneira de perder peso é através de uma alimentação equilibrada. Nao há margem para dúvidas e é impossível superar uma má dieta para o que quer que seja.

O exercício pode potenciar a perda de peso de várias formas e isso vai depender do tipo de exercício que fazemos. Se estamos a falar do típico cardio de 30-45 minutos na passadeira ou na bicicleta é uma coisa, se estamos a falar de treino de força, treino de alta intensidade ou treino de resistência metabólico, isto é outro fenómeno completamente diferente.

Se fizermos o típico passeio a pé durante uma hora podemos gastar cerca de 300 calorias. Isto são muito poucas calorías, se pensarmos que uma simples sandes mista, que se come em 3 minutos, pode ter cerca de 350 calorias.

Por outo lado, no treino de força ou de alta intensidade, verificamos um aumento de produção das principais hormonas anabólicas, fundamentais na perda de massa gorda e aumento de massa muscular. Além disso, vai também reduzir o stress oxidativo, a inflamação e vai aumentar o consumo excessivo de oxigénio pós-exercicio, podendo acelerar o nosso metabolismo durante as 24 horas seguintes e asssim continuar a queima de gordura enquanto estamos a dormir ou a ver televisão. 

mitos-musculação.jpg

 

12
Nov15

Abdominais hipopressivos

JP

 

Já alguém ouviu falar em abdominais hipopressivos??

Até à pouco tempo desconhecia, mas ao fazer umas pesquisas que nada tinham a ver com exercicio, sem querer dei de caras com este video:

 

http://sicmulher.sapo.pt/programas/mais-mulher/2013-03-21-metodo-abdominais-hipopressivos

 

 Depois do interesse já estar despertado fui pesquisar um pouco mais sobre o assunto.

Ao que parece é um método que terá sido inventado em 1980 pelo Dr. Marcel Caufriez e trata-se de uma técnica de exercício abdominal onde os músculos são contraídos num movimento através da respiração, envolvendo o diafragma e também os músculos peitorais.

Para além de ajudar a perder volume na barriga, tonifica o pavimento pélvico ajudando a combater a incontinência urinária e favorece a atividade sexual. Contribui também para a prevenção de lombalgias, hérnias e dores de costas comuns.

Confesso que quando vi este video (e muitos outros que entretanto encontrei) achei que não iria saber fazer nada disto, mas a curisidade matou o gato e provou-me que estava enganada. Afinal consigo fazer, e não é que dá resutado?!

05
Nov15

O cabelo cresce, por isso corta-se!

JP

 "O mais entusiasmante nas mudanças de visual é que nos obriga a olhar para nós de novo. A imagem que o espelho reflecte precisa de tempo. E é nesta estranheza inicial que se inicia a caminhada."

Não poderia estar mais de acordo com este testemunho que a apresentadora Cristina Ferreira colocou no seu Daily Cristina.

Eu sou assim. Adepta da mudança. E se é para mudar que seja em grande.

 

E no que diz respeito ao cabelo, arrisco!

Adoro cabelos compridos. Trazem uma sensualidade natural. Mas quando finalmente tenho uma cabelão comprido...ZÀS! Venham as tesouras e a vassoura para varrer o monte de cabelo que se forma no chão.

 

Quanto à cor, durante 29 anos fui loira. Uma loira natural que com o tempo foi escurecendo o tom e com as madeixas o foi clareando.

Nunca antes me imaginei com outra cor. Fazia sentido. Loira, olhos azuis, pele clara.

Até que o desejo de mudança foi tão forte que quando dei por mim ja era ruiva.

 

Se me arrependi? Nunca!! Olho ao espelho e sou eu propria.

 

Para quem não tem medo de arriscar, deixo umas imagens para inspirar...

1.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D